São carências, senhor!


A Amnistia tem de compreender. Afinal, são humanos!
tags: ,
publicado por L.Frasco às 14:42 | link do post | comentar